#11 – Preparativos Finais

The camp is around the corner and you can already see sessions description that will fill the program.

The space that ABAD is going to lend us is already drawn to welcome us, the only thing missing is to set it up. For the program we have designated spaces, named after various key personalities in the climate activism world and beyond that, such as the brazilian Marielle Franco and Samir Flores, the Nahuatl activist. So that everyone finds the right spot, there is a beautiful map of the camp, and in case it is not clear enough Muriel and Sinan were in the terrain and recorded some fantastic videos where they describe where each thing will be and they will work.The map is by the end of the email and all of this can be checked here!.

The benefit agenda is the final lap but not finished, so book in your agenda:

5th July, 20:00, Zona Franca nos Anjos | Jantar Benefit + concerto Ruben Leonardi (YES, TODAY!!!)

7th July, 19h30, Casa da Hora, Porto | Jantar Benefit + Hiperactivandote!!!

12th July, 21h30, Crew Hassan | Music for Action Reloaded // Concerto Benefit

And to close the planning there is a last meeting:

11 de Julho, 19h00, CIDAC | Work Meeting

If you don’t kn

ow yet how to reach Bajouca check the information on how to arrive , where you can see our buses between Pombal and ABAD. As you will see during the action preparation we will work through affinity groups, that will help us accomplishingour camp defining beautiful action.

And as it cannot be missed, social networks are key, so keep our Facebook, Instagram, Twitter and ofcourse #campingas.

See you soon,

João

(Português) #9 – Música, Dança e (muita) Comida

Hiya,

The registrations for are ongoing on the website: http://camp-in-gas.pt/inscricoes/ .Given that the Camp’s team needs to know how much food to order and the available space is limited enrolling is mandotory to be in the Camp ;).

Meanwhile the benefit agenda as been ongoing, check our social media to know whats happening Facebook, Instagram,Twitter.

If you did not make it yet do not worry, as the agenda is on fire, we have confirmed for short:

9th of june, 17h00-00h00, NOW Beato | Dance for Action

10th of june, 14h00-00h00, Anjos 70 | Music for Action

 15th of june, 20h00, Zona Franca nos Anjos | Dinner for Action with Concert

 20th of june, 20h00, Disgraça | Dinner for Action

Do you want to help preparing the camp? For all this agenda to come into being lotsa help is needed! If you are interested in helping in the events and other stuff such as communication show up in the next volunteer meeting: 

13th of june, 19h00, CIDAC | Volunteer meeting in Lisbon 

Hopefully see you there 😉

#8 – Camp-in-Gás: Inscrições abertas | Register now

Bom dia,

The registrations for the camp are open on the website: http://camp-in-gas.pt/en/inscricoes/

We have limited space for tents and we need to have numbers for the meals. So registration is necessary.

Also, our site is now updated and we have loads of information on the programme, practicalities and the action. And almost all of it is in English already!

Spread the word and see you in the camp!

Cheers!

COMUNICADO: “European Climate Summit” junta empresas petrolíferas e o Ministério do Ambiente para promover inação climática e as falsas soluções.

 “European Climate Summit” junta empresas petrolíferas e o Ministério do Ambiente para promover inação climática e as falsas soluções.

No dia 15 de abril, o Ministério do Ambiente e Transição Energética vai organizar uma sessão especial, integrada na European Climate Summit que vai ter lugar no Four Seasons Hotel em Lisboa.

Esta cimeira é organizada por The International Emissions Trading Association (IETA), uma associação empresarial que tem como membros a BP, BNP Paribas, Iberdrola, Naturgy, Petrochina, Repsol, Shell, Total, TransCanada e Vattenfall. Percebemos perfeitamente porque é que as empresas mais responsáveis pela crise climática querem organizar encontros com preço de entrada de €670 para o público geral, onde discutiriam como lavar as suas imagens promovendo falsas soluções como o comércio das emissões de carbono.

Em primeiro lugar, o mercado de carbono existe há décadas e as emissões não só continuam a aumentar mas estão a também acelerar. No entanto, as empresas envolvidas neste negócio têm feito muito dinheiro – que sempre foi o objetivo principal destes mecanismos.

Em segundo lugar, todas as empresas acima mencionadas têm novos projetos de combustíveis fósseis, sejam de gasodutos, oleodutos, expansão das minas de carvão, ou de furos de petróleo e gás. As contas são simples: As infraestruturas já existentes são mais que suficientes para ultrapassar 2ºC de aquecimento global. Algumas destas empresas comprometem-se com o encerramento de qualquer infraestrutura sua de combustíveis fósseis e para o cancelamento de todos os novos projetos? Não. Pelo contrário, pretendem iniciar novos projectos de combustíveis fósseis para continuarem a perpetuar o seu lucro à custa do clima, que é de todos!

Em terceiro lugar, qual é o papel do Ministério do Ambiente e Transição Energética neste evento? Se houvesse políticas compatíveis com a ciência climática, havia uma redução de 2.2 biliões de dólares de investimento nos combustíveis fósseis por causa dos ativos encalhados (stranded assets). Por exemplo, a Shell perderia 70 mil milhões de dólares de investimento. Os representantes do Ministério vão explicar à indústria que o seu fim chegou? Vão divulgar que os furos de gás na zona centro estão cancelados? Vão divulgar que desistem da construção do gasoduto de 160 km entre Guarda e Bragança? Também não. Vão apenas garantir que os lucros, e o consequente crime climático, destas empresas continuam a obter financiamento público e a concordância das instituições públicas. Não podemos continuar a viabilizar uma indústria obsoleta com subsídios públicos. Não podemos começar novos projectos de combustíveis fósseis. Nem aqui, nem em lado nenhum.

Denunciamos esta cimeira europeia contra o clima. Denunciamos a ligação orgânica entre a indústria de combustíveis fósseis e o governo.

A atitude face aos combustíveis fósseis passa pelo combate e não compactuação, por isso convocamos um Acampamento de Acção contra Gás Fóssil e pela Justiça Climática nos dias 17-21 de julho, na Bajouca, onde está agendado um furo de gás para este ano.

***

Mais informações: www.camp-in-gas.pt

#5: A preparação do Camp in Gás segue imparável!

Nova reunião do Camp in Gás vem a caminho – 7 de abril, marca já na tua agenda

As reuniões de Março trouxeram-nos novidades. Já estivemos no parque que a ABAD (Associação Bajouquense para o Desenvolvimento) nos vai ter a gentileza de nos ceder, já vamos desenhando como nos vamos poder instalar e como podes ver na imagem abaixo as condições prometem, o espaço é LINDO (e ainda vai ficar melhor no verão).

Como já tínhamos vindo a perceber o pessoal da Bajouca está super motivado com o acampamento e de braços abertos para nos acolher. Por lá a malta também já se mexe e no passado dia 23 tiveram uma sessão de esclarecimento sobre prospeção de gás com um painel bem iluminado de especialistas.

A agenda durante o acampamento promete ser bem preenchida, e já vai ganhando forma. Formações de ativismo claro que não poderão faltar num acampamento de ação, e o resto do programa bem carregado de cenas interessantes vai se alinhando. Como não podia deixar de ser, acampamento na Bajouca vai contar com malta da Bajouca, e já está na agenda festa de abertura com música da zona, e devem-se seguir mais atividades com o pessoal de lá a mostrar tudo o que de bom a terra nos tem para oferecer. No meio de tanta atividade não vai dar para andar de barriga vazia, por isso a Caldeira Negra já está agendada para tratar dos melhores manjares vegan.

Além da Bajouca, não muito longe, em Aljubarrota também se planeia um furo, daí no 4º Encontro pela Justiça Climática ter acolhido uma sessão com ativistas do Movimento do Centro. Aí puderam-se discutir os temas da falsa solução do gás ao problema das alterações climáticas, e os enquadramentos legais dos contratos e licenças (que como seria de esperar, estão contra o ambiente).

A luta contra o gás não se fica só pela zona centro, por isso passámos por Bragança, no Centro de Ciência Viva, para falar gasodutos, em especial do Gasoduto que querem construir na zona e criar mais uma ligação à infraestrutura de Espanha. Foi uma sessão bem animada, com grande presença e muita energia, quem sabe sementes de ativismo que esteja para vir.

Há medida que mais pessoas se juntam a nós, também o próprio Camp in Gás vai somando dimensão geográfica. O Climáximo esteve no Beyond Gas em Bruxelas e o Camp in Gás anda nas bocas da malta do mundo ativista além-fronteiras, alguns grupos por esse planeta fora já começam a pensar por o Camp in Gás nas agendas.

As reuniões estão a bombar, até tivemos duas pessoas da zona super motivadas na última, prontas a fazer deste um acampamento brutal.

Queres saber como as coisas estão a mexer-se? Queres ser parte da preparação?

Não te preocupes, ainda vais a tempo!

Aparece na próxima sessão:

7 de Abril, Domingo, 17h00

CIDAC, R. Tomás Ribeiro 3-9, – Lisboa

(Picoas, ao lado da antiga Portugal Telecom)

Estamos a contar contigo!

Até já!

#4: Assembleia Aberta: 17 de março, 14h00, FCSH

É agora que precisamos de ti e das tuas ideias.

O acampamento de acção Camp in Gás já tem data, sítio e um modelo de funcionamento!

Na última reunião aberta finalizámos o cartaz e montámos grupos de trabalho. As preparações do acampamento serão assembleárias; ou seja, não temos chefes nem direcções, vamos decidir tudo juntas.

Depois da Greve Climática Estudantil e logo a seguir ao 4º Encontro Nacional pela Justiça Climática, no dia 17 de Março, às 14h00, vamos reunir na FCSH para planear os próximos passos dos grupos de trabalho (que terão vários subgrupos).

Agora vamos meter a mão na massa.

Estás convidad@ à cozinha do movimento pela justiça climática. Dito doutra forma, estás convidad@ ao comité central do movimento pela justiça climática. Dito doutra forma, estás convidad@ à Assembleia Aberta do Camp-in-Gás.

Abraços rebeldes,

PS: As tuas amigas e amigos também estão convidad@s.