PORTO DE SINES

O governo PS diz que acredita em alterações climáticas, mas depois assina acordos com os EUA para comprar gás de fracking. Na verdade, o governo quer tornar o Porto de Sines no porto de entrada de gás para a Europa. Isto implicará aumentar a capacidade do terminal do gás natural liquidificado em Sines. Porém, Sines já tem muitas infraestruturas de combustíveis fósseis, logo traria mais valor requalificar os trabalhadores e as populações locais, numa transição energética justa. Em vez disso, o governo, em negação total da ciência climática, aposta em ter mais combustíveis fósseis. Nem Portugal nem Sines devem fazer parte do negacionismo climático de que o governo Trump faz apologia. Recusar o gás de fracking é o mínimo que podemos fazer em solidariedade com os grupos que lutam contra a destruição dos terrenos nos Estados Unidos.


Mais informações:

Gastivists

www.gastivists.org

Vídeos sobre Fractura Hidráulica