Porquê esta iniciativa?

A ciência diz-nos que o clima não pode suportar mais nenhuma nova infraestrutura de combustíveis fósseis. As infraestruturas já existentes são mais que suficientes para ultrapassar o ponto sem retorno da crise climática. Hoje sabemos que para manter o aumento de temperatura no planeta abaixo dos 1.5ºC, temos de cortar as emissões de gases com efeito de estufa em mais de 40% até 2030. Ou seja… daqui a menos de 12 anos! Por isso, só há uma conclusão possível: Investir em gás fóssil é investir em caos climático!

Em 2015 haviam sido dadas 15 concessões para explorar combustíveis fósseis em Portugal, e nasciam em vários pontos do país grupos e movimentos contra esta exploração. Desde então, já conseguimos cancelar 13 desses 15 contratos de petróleo e gás! O presente ano de 2018 foi marcado por uma vitória que ecoou no coração de todos aqueles que se juntaram por esse movimento social: o furo de petróleo em Aljezur foi cancelado. Agora só faltam os dois contratos de gás em Aljubarrota e Bajouca. Consegues cheirar a vitória?

Temos que travar todos os novos projectos de combustíveis fósseis e temos que começar uma transição energética rápida e justa para energias renováveis. Em múltiplos países estão a surgir ações deste tipo, está surgir por todo mundo uma sinergia de movimentos sociais em massa para travar todos os novos projectos! Todos nós deveremos fazer parte deste movimento, a única hipótese de nos mantermos num planeta habitável é vencermos, e vencermos agora!

Junta-te a nós. Inscreve-te na newsletter. Vamos convocar reuniões de preparação e organizar acções para planearmos o acampamento!